Destaquesdo site

Generation amazing no Brasil

Generation amazing no Brasil


A passagem do Qatar pelo Brasil foi muito além da participação nos jogos da Copa América. O país está cada vez mais preocupado com o futuro. Jovens de comunidades carentes do Rio de Janeiro e atletas participaram de uma ação do Comitê Supremo para entrega e legado (The Supreme Committee for Delivery & Legacy) com o clube de regatas do Flamengo que se chama Generation Amazing (tradução em português geração incrível) , com direito  a participação especial de Bora Milutinovic (ex- treinador que participou de 5 copas do mundo), Evaristo de Macedo ( que foi treinador do Qatar e ex jogador do Flamengo, Real Madrid e Barcelona) e Andrade (ex jogador da seleção brasileira, e campeão mundial em 1981 com o Flamengo).

 

IMG_6509

 

Durante uma manhã na Gávea, sede do clube, além de jogar futebol os jovens  aprenderam um pouco mais sobre o Qatar e  ouviram historias desses ídolos do esporte. O evento foi um marco importante para a Generation Amazing em seus esforços para promover a inclusão e a resiliência da juventude por meio de esportes em todo o mundo.

 

 

IMG_6961

 

 

A Generation Amazing está atualmente presente em sete países do Oriente Médio e Ásia (Qatar, Nepal, Paquistão, Jordânia, Líbano, Filipinas e Índia). A Generation Amazing atingiu agora meio milhão de jovens, incluindo beneficiários diretos e indiretos, juntamente com organizações parceiras estratégicas. Segundo Mushtaq Al Waeli, Assessor Sênior do Secretário Geral do comitê supremo e Diretor Executivo da Generation Amazing: “alcançar 500.000 jovens é um passo importante para capacitar e educar as próximas gerações através do impacto inspirador do futebol ”

 

Jordan Generation Amazing pitch launch Al Baqa-a refugee camp, two girls holding ball

 

 

A Generation Amazing aproveita a oportunidade do Qatar sediar a Copa do Mundo da FIFA de 2022 e o poder do futebol como catalisador de mudança social para educar e capacitar a próxima geração no Qatar, no Oriente Médio e na Ásia.

É o programa de legado humano e social iniciado durante a candidatura bem-sucedida do Qatar para a Copa do Mundo da FIFA de 2022 em 2010, que usa o poder do esporte para impactar positivamente vidas e criar desenvolvimento social sustentável nas comunidades.

A meta é impactar um milhão de vidas através do futebol para o desenvolvimento e educação até 2022, capacitando novas gerações de jovens líderes para transformar as comunidades por meio do futebol e criar programas sustentáveis ​​que vão gerar grandes oportunidades de desenvolvimento social muito depois da última bola chutada em 2022.

 

Um pouco mais sobre a Generation Amazing:

 

Um total de 28 campos comunitários já foram construídos em todo o Oriente Médio e Ásia e mais de 250.000 beneficiários alcançados até o momento em 7 países. A generation amazing visa impactar positivamente as vidas de um milhão de jovens em 2022, com o objetivo de proporcionar às crianças e jovens de comunidades desfavorecidas espaços seguros para brincar, possibilitando através do  futebol  programas de desenvolvimento e alcançar um impacto de longo prazo sobre essas comunidades.

 

 

GE-EN-2

 

 

A Generation Amazing abriu recentemente dois campos na Índia, em Rurka Kalan e Nagpur, enquanto continua a desenvolver o compromisso de ajudar a desenvolver o legado social e humano da Copa do Mundo da FIFA de 2022 em toda a Ásia. O programa, lançado pelo Supremo Comitê para Entrega e Legado (SC) em 2010, visa desenvolver uma geração jovem de líderes comunitários que criarão desenvolvimento social duradouro em suas comunidades.

Patrícia Lopes

Patricia Lopes is a sports journalist, currently working as the BeIN Sports channel correspondent in Brazil. She took part in several international coverages and two world cups. The first in 2010 in South Africa, and the second in 2014, in Brazil. Patricia has previously worked for the following channels: Rede Brasil-TVE (Brazilian public TV) where she worked for nine years as a reporter, presenter and sports commentator. After that she spent 7 years at ESPN. She has also worked freelance for other famous news channels in the world: Al Jazeera, CNN EN Español and NBC Telemundo