Destaquesdo site

Ramadan

Ramadan

Qatar é apenas um dos 50 países onde o islãmismo é a religião predominante.

Aqui, a fé muçulmana está em toda parte. As pessoas vivem e respiram a religião, por isso, quando chega o Ramadan, os hábitos de todo o país são afetados.

 

Você sabe o que é Ramadan?

 

Ramadan é o nono mês do calendário islâmico. É um tempo de reflexão espiritual, instrospecção e piedade, marcando o período em que o Profeta Muhammad  recebeu suas primeiras revelações. Este período é quando os muçulmanos aumentam o tempo gasto em oração e confraternizando com a família e amigos. .

Durante todo o mês  do Ramadan, os fiéis do Islã realizam um jejum do Sahour (nascer do sol) até  Iftar ( pôr do sol). Durante o jejum ocorre uma abstinência total de alimentos e líquidos; das relações sexuais e de vícios (como o de fumar); dos maus pensamentos e ações erradas desde o nascer até o pôr do sol. Seguidores do Islã acreditam que o jejum ajuda os muçulmanos  treinando -os para o amor, a sinceridade e a devoção, desenvolvendo a paciência,  eliminando o egoísmo e promovendo a consciência social, a solidariedade e a força de vontade para resistir às dificuldades.

 

Quando acontece?                                                                                                      

 

Como é baseado no calendário lunar islâmico, as datas do Ramadan variam de ano para ano, por isso retrocede  cerca de duas semanas para cada ano. Este ano o Ramadan será de 18 de Junho até 16 de Julho. O dia exato é anunciado oficialmente quando a lua crescente do nono mês (do calendário islâmico tradicional) nasce. O Ramadan tem a duração de aproximadamente 30 dias – ou até a próxima nova lua crescente ser avistada . E termina com uma enorme, celebração de uma semana de duração chamado Eid Al Fitr (festa da quebra do jejum).

 

Período de Jejum

 

O jejum varia na quantidade de horas diárias dependendo da regiao em que o muçulmano vive. Os que vivem no Norte da Europa ou no Canadá, por exemplo, tem que jejuar mais do que os muçulmanos que vivem no Oriente Médio devido ao horário de verão tornar o dia mais longo.

Este ano o Qatar terá o período mais longo de jejum do Ramadan em comparação com os últimos anos: 15 h e 5min. Além disso, as temperaturas médias vão estar em torno de 43 graus Celsius no Qatar e no Golfo. Difícil se manter sem água com essas temperaturas. Haja força de vontade para resistir!

 

Quem fica liberado do jejum?

 

Os idosos, doentes, mulheres grávidas, mulheres durante o período menstrual, e mulheres amamentando estão dispensados do jejum. Em algumas comunidades muçulmanas, as pessoas que são impedidas de realizar o jejum do Ramadã compensam alimentando os pobres e infelizes durante as refeições do  Suhoor e Iftar.

 

Eu preciso jejuar?

 

É ilegal no Catar consumir  alimentos, bebidas, ou mascar chiclete em espaços públicos durante o Ramadan. Mas você não tem que passar fome, os restaurantes dos hotéis permanecem abertos e os demais possuem serviço de entrega. Os hoteis também param de vender bebidas alcoolicas durante este período.

A maioria dos restaurantes de proprietários locais  estão fechados durante o almoço neste mês.

O jejum não é necessário para os não-muçulmanos. No entanto, os visitantes  devem ser atenciosos com aqueles que estão praticando, abstendo-se de comer, beber e fumar em áreas públicas, como shoppings e praias durante o dia.

 

Caridade

 

Atos de caridade também são realizados frequentemente durante o Ramadan, para demonstrar gratidão  e humildade. Ao você andar pela cidade você pode avistar grandes “barracas”  brancas montadas em terrenos vazios. Nessas barracas as familias mais ricas servem, e muitas vezes participam, do Iftar para trabalhadores e pessoas mais necessitadas.

 

Outras tradições observadas no Qatar durante o Ramadan

 

O disparo de um canhão ao pôr do sol para marcar a quebra do jejum acontece diariamente no estacionamento do Post Office em West Bay, ele sinalizada o inicio da confraternização do dia.

Celebrações do Garangao, que é tipo o Dia das Bruxas sem os fantasmas e duendes, também está programada. Do outro lado do Golfo, as crianças normalmente se vestem com roupas tradicionais e batem nas portas dos vizinhos para receber nozes e doces, enquanto cantam uma música especial do Garangao.

 

Funcionamento da cidade

 

Durante o jejum as pessoas são mais propensas a hibernar dentro de casa durante o dia, alterando toda a rotina da cidade.

Isso significa que enquanto o tráfego é ótimo durante o dia, ele é impraticável à noite. Quando é hora de quebrar o jejum, a maioria da população sai de casa para participar dos Iftar e o trânsito fica uma loucura.

As repartições publicas e orgãos do governo, assim como o comércio abrem das 7 às 9 , permanecem o dia fechados e retornam a funcionar depois do pôr do sol. Ficando abertos até a 1h da manhã. Trabalhadores do sector privado tem a jornada reduzida  para 6 horas por dia.

ramadan 2

 

 

Suhoor e Iftar

 

Durante o Ramadã, duas refeições principais são servidas; o Suhoor, que é servido antes do amanhecer, e o Iftar, que é servido após o pôr do sol.

O Suhoor  tende a ser uma refeição pesada e saudável para resistir ao jejum do dia e termina quando o sol nasce e quando o Fajr, ou a oração da manhã, começa.

No final do dia, quando o sol se põe e a oração Maghrib começa, o dia de jejum é quebrado com a refeição Iftar. É comum a quebra do jejum comendo  tamaras  antes de iniciar o Iftar. Os muçulmanos podem continuar comendo e bebendo durante toda a noite até Suhoor do dia seguinte.

Ambas refeições contêm frutas frescas, legumes, carnes halal, pães, queijos e doces. Lembre-se que o mundo muçulmano é grande e não é limitado ao Oriente Médio, por isso os alimentos variam de região para região. As refeições são servidas, quer em casa com a família, nas mesquitas , ou em outros lugares dentro da comunidade muçulmana.

Alguns alimentos que são servidos em um Suhoor  ou  Iftar:

Tamaras , pistaches, nozes e frutas secas, frutas  da época,vegetais frescos …

Chabbakia – uma sobremesa feita de massa (cabelo de anjo ) frita com sabor de água de flor de laranjeira e revestido com sementes de gergelim e mel.

Chapatis – tipo de pão  que é enrolado com legumes e carnes.

Fattoush – uma salada feita de legumes e pão pita.

Tabule – uma salada feita com tomates frescos, salsa, alho e  trigo. Aqui em Doha é feito essencialmente com salsa e tomate e um pouquinho de menta.

Khyar Bi Laban – salada de pepino e iogurte

Fasulia – guisado com feijão verde e carne

Bamia – um guisado feito com carne e quiabo

Harees – o prato mais tradicional do Ramadan Catari

Mujadarra – um prato feito com arroz e lentilhas

Konafah – uma massa feita com massa folhada com queijo

Qatayef – um tipo de panqueca árabe recheada com queijo doce e nozes

 

Embora o Ramadan  seja um período de auto-reflexão, também é um mês muito social e festivo no Qatar. Enquanto muitas pessoas passam mais tempo com a família e nas mesquitas, os moradores também aproveitam os buffets luxuosos dos  hotéis da cidade .

Uma vez que o sol se põe é uma ocasião alegre de comer e socializar.

Se você tiver sorte o suficiente para ser convidado para casa de um local para um Iftar ou Suhoor, esteja preparado para comer diretamente com sua mão direita, e para uma noite de celebração que muitas vezes dura até de madrugada.

Aproveite para desfrutar as delícias dessa data e experimentar a receptividade do povo da região.

RAMADAN KAREEM!!!!

Related articles

  • Luxo, luxo e mais luxo

        No “ estacionamento” do condomínio.  Marina privada dos moradores da The Pearl, ilha aterrada que custou mais de US$ 150 bilhões.   Doha, capital do Qatar, tem se tornado um destino disputado nos últimos anos. Isso porque além de estar estrategicamente posicionada no Oriente Médio servindo de escala para vários países, é a […]

  • Ramadan no Qatar

    O Brasil descobriu Doha e “Alhumdulillah” (Graças à Deus) tenho trabalhado bastante, motivo pelo qual tenho estado ausente por aqui. Aproveitando uma folga por causa do calor,  50 graus ( você não leu errado não! São 50 graus mesmo) vou contar pra vocês sobre as tradições do Ramadan. Além desse “calorzinho básico” estamos em época […]

Patrícia Lopes

Patricia Lopes is a sports journalist, currently working as the BeIN Sports channel correspondent in Brazil. She took part in several international coverages and two world cups. The first in 2010 in South Africa, and the second in 2014, in Brazil. Patricia has previously worked for the following channels: Rede Brasil-TVE (Brazilian public TV) where she worked for nine years as a reporter, presenter and sports commentator. After that she spent 7 years at ESPN. She has also worked freelance for other famous news channels in the world: Al Jazeera, CNN EN Español and NBC Telemundo