Destaquesdo site

Vestimentas tradicionais

Vestimentas tradicionais

 

Hoje a coluna De Mala e Cuia no Qatar vai matar a curiosidade da maioria das pessoas.

Vamos falar sobre a vestimenta tradicional dos homens muçulmanos.

Os turbantes e túnicas usados hoje nos países árabes são quase idênticos as vestes das tribos de beduínos que viviam na região no século VI.

A religião não permite que os fiéis usem roupas em público que marquem as “partes íntimas” – para os homens, a região entre o umbigo e o joelho. Por isso o uso de um “vestido”longo e largo. Existem também normas para diferenciar a aparência feminina da masculina. Os homens não devem usar objetos de ouro ou seda. E é recomendado que tenham barba, para distanciar-se ainda mais da estética feminina e assemelharem-se aos antigos profetas.

Especialmente aqui no Qatar, o homem costuma ser muito bem vestido, cheiroso e de barba impecavelmente bem feita. Além dos perfumes serem feitos sob encomenda, na maioria das vezes a base de óleos e essências naturais. O homem local não faz sua própria barba, existem salões especializados para isso.

Tradicionalmente a vestimenta árabe é composta por Thobe, Gahfiya, Ghutra e Agal.

Vou explicar cada uma delas. Vem comigo!

 

qatarnews

 

1. Thobe  (Kandoora, Kandura ou Dishdasha)

A thobe é a principal peça do vestuário árabe, um “vestido” de manga comprida que cobre o corpo inteiro. Usado para não marcar o corpo e como sinal de modéstia, uma vez que todos se vestem do mesmo jeito. O thobe originalmente era de cor cremosa, porém, nos tempos modernos, são usados os “super -white” (sim esse é o termo).

As pessoas dizem que a thobe Qatari é o equivalente árabe a um terno italiano. É feito sob medida e custa em media de 150 a 250 Ryals, podendo chegar a mais de mil ryals. Os thobes podem ter colarinho e punhos, o que deixa os homens com um aspecto mais formal e elegante.

 

2. O que eles vestem por baixo do Thobe

Uma calça larga chamada cirwall é usada por baixo da túnica. É feita para permitir a liberdade de movimentos. Deu origem a palavra “ceroula”

 

3. Estrangeiros podem usar a Thobe?

É claro que você pode vestir uma thobe desde que você faça isso com respeito e não use como fantasia. Os Qataris se sentem honrados e orgulhosos de ver os homens de todo o mundo abraçando a cultura e usando o vestido nacional. É confortável e é uma das poucas roupas que pode ser usado formalmente e casualmente . Você pode adquirir um Thobe no Souq Waqif por preços mais em conta do que os feitos sob medida.

 

4. Gahfiya (Ghafiya, Tagiya ou Gafirah)

Pequena touca branca usada para prender o cabelo dos homens e manter o Ghutra no lugar. Pode ser feito de tecido ou de uma trama parecida com o crochê.

 

5. Ghutra e suas diferentes padronagens

 


face ghutra

 

Os Ghutras, lenços que os homens do Qatar usam em suas cabeças, são de muitas cores e, geralmente, tem um significado importante associado a eles.

Cada país do Oriente Médio tem seus significados próprios, e em alguns lugares as cores determinam qual a origem de quem usa, mas cada região do GCC tem suas próprias distinções.

No Qatar a Ghutra branca, por exemplo, indica pureza, uma ghutra vermelha e branca indica patriotismo e uma Ghutra preta e branca denota a liberdade. Existem outras cores, mas elas não têm necessariamente um significado.

Hoje, a escolha da cor do Ghutra (toda de algodão branco, também chamado de Sufra) ou Shimagh (normalmente quadriculada vermelha e branca) estão sobretudo relacionadas com moda.

No entanto, por uma questão de praticidade, o Sufra de cor branca é normalmente usado nos meses quentes de verão, os Shimaghs coloridas mais pesadas, nos meses mais frios do inverno.

Existem diferentes maneiras de usar o Ghutra, acompanhe nossa fan page no FB e saiba mais https://www.facebook.com/lmdohatours/

 

 

6. O que é o Agual

É aquela corda preta de duas voltas que fica ao redor da cabeça dos árabes, feita de lã de camelo ou de ovelha tramada para formar uma corda. O Agal é utilizado sobre o Ghutra e o Gahfiya. Diz-se que antigamente ela era usada pelos beduínos para amarrar os pés dos camelos para que eles não fugissem.

 

7. Acessórios

Os acessórios tais como: óculos, relógios, canetas, abotoaduras, Tarboosha, Bisht e Na–Aal,  variam e normamelmente determinam o poder aquisitivo ou são usados em ocasiões especiais.

 

Ficou curioso pela cultura? Quer saber mais?

Tire suas dúvidas na fan page no FB :  https://www.facebook.com/lmdohatours/

ou no Pinterest  https://www.pinterest.com/dohaguiaturismo/

Meu nome é Leila Martínez, sou guia de turismo em Doha/Qatar, país sede da Copa do Mundo de 2022.

 

Patrícia Lopes

Patricia Lopes is a sports journalist, currently working as the BeIN Sports channel correspondent in Brazil. She took part in several international coverages and two world cups. The first in 2010 in South Africa, and the second in 2014, in Brazil. Patricia has previously worked for the following channels: Rede Brasil-TVE (Brazilian public TV) where she worked for nine years as a reporter, presenter and sports commentator. After that she spent 7 years at ESPN. She has also worked freelance for other famous news channels in the world: Al Jazeera, CNN EN Español and NBC Telemundo