Destaquesdo site

O Qatar é um país localizado em uma península no golfo Pérsico, no Oriente Médio, limitado pela Arábia Saudita e pelos Emirados Árabes Unidos. O país possui um território extremamente árido, quase não há vegetação natural, e as regiões mais elevadas ficam a, apenas, 40 metros de altitude. As atividades agrícolas são extremamente prejudicadas pela pouca fertilidade do solo, a maioria dos alimentos consumidos no país é importada.

qatar_map_2

 

Cerca de 75% da população é formada por imigrantes, uma das mais altas taxas do mundo. Até o fim dos anos de 1940 o país era muito pobre e suas atividades econômicas se limitavam à criação de camelos e pesca de peixes. Com a descoberta e consequente exploração de extensos campos petrolíferos, o país obteve grande avanço econômico. Atualmente há investimentos na indústria pesada e na extração de gás natural, como alternativa à produção de petróleo, cujas jazidas deverão se esgotar ainda no século XXI. Como medida econômica preventiva, o governo Qatari investiu fortemente seus petrodólares no mercado financeiro mundial, com o intuito de assegurar o seu futuro, quando as reservas petrolíferas se esgotarem.

 

qatar_flag

 

Bandeira: o branco representa a paz, o bordô é uma referência ao derramamento de sangue ocorrido durante as diversas guerras envolvendo o país, a linha serrada de nove pontos indica que o Qatar é o nono membro dos Emirados reconciliados.

 

oqatar_img1

 

Dados do Qatar

Extensão territorial: 11.437 km² (159º).

Localização: Oriente Médio.

Fronteira: Arábia Saudita.

Capital: Doha.

Cidade mais populosa: Doha.

Clima: Árido tropical.

Governo: Monarquia Absoluta.

Emir: Tamim bin Hamad al-Thani.

Primeiro-ministro: Abdullah bin Nasser bin Khalifa Al Thani.

Data de Independência do Reino Unido: 3 de setembro de 1971.

Divisão administrativa: 9 municipalidades.

Idioma: Árabe.

Religião: Islamismo 82,7%, cristianismo 10,4%, outras 4,6%, sem religião 2,3%.

População estimativa de 2013: 1.903.447 habitantes. Censo de 2010: 1.699.435 habitantes.

Densidade demográfica: 146 hab/km².

Composição Étnica: Árabes Qatares 25%, outros árabes 15%, paquistaneses 18%, indianos 18%, iranianos 10%, outros 14%.

Taxa média anual de crescimento populacional: 5,11%.

População residente em área urbana: 95,76%.

População residente em área rural: 4,24%.

Esperança de vida ao nascer: 75,3 anos.

Domicílios com acesso a água potável: 100%.

Domicílios com acesso a rede sanitária: 100%.

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,803 (muito alto).

Moeda: Rial Qatariano.

Produto Interno Bruto (PIB): 63.870 milhões de US$.

PIB per capita: 75.978 de US$.

 

Xeque Tamim bin Hamad Al Thani

Xeque Tamim bin Hamad Al Thani

Política

O governo do Qatar é uma monarquia absoluta. Em uma atitute inovadora no mundo árabe o emir, Xeque, Hamad bin Khalifa Al Thani, de 62 anos, em junho de 2013 abdicou  em favor do filho, o príncipe herdeiro Tamim, para dar espaço à nova geração. Hoje o emir do Qatar é o xeque Tamim bin Hamad Al Thani. O novo emir é muito querido pelo povo e por vários lugares há fotos dele e do pai. Na época o Xeque Hamad disse  em um pronunciamento na TV : “Estou convencido de que Tamim colocará o interesse do país e a prosperidade de seu povo acima de tudo”. A abdicação do xeque Hamad, que assumiu o trono em 1995 após uma revolução palaciana, é um fato inédito no Qatar e na história recente do mundo árabe, onde até agora nunca um soberano havia renunciado ao poder voluntariamente. O novo emir tem 34 anos e é o soberano mais jovem das monarquias do Golfo Pérsico.

 

 

Um pouco da história e da importâcia do xeque Hamad:

Ele  derrubou o pai, o xeque Khalifa, em 27 de junho de 1995, durante uma revolução dentro do palácio e herdou um pequeno emirado quase desconhecido, com os cofres quase vazios. Em 18 anos, o Qatar passou a ser considerado o país mais rico do mundo, com um PIB per capita de 86.440 dólares em 2011, segundo o Banco Mundial, e se tornou um protagonista de peso tanto no mundo árabe como na região. O Qatar vem sendo governado por uma monarquia absoluta de uma família há mais de 130 anos. Diplomatas árabes e ocidentais disseram que entendiam que o motivo foi o desejo do emir de fazer uma transição tranquila para uma geração mais jovem. Tal transição é incomum para estados do Golfo Pérsico, onde os líderes geralmente morrem no cargo. O xeque Tamim bin Khalifa Al Thani  é o segundo filho do emir com sua segunda mulher, Mozah. Educado nas mais seletas academias militares da Grã-Bretanha, o príncipe herdeiro é fanático por esportes, tem duas mulheres e seis filhos. Tamin é sub-comandante das Forças Armadas e presidente do Comitê Olímpico Internacional Local, que será o responsável pela organização da Copa do Mundo de 2022.

 

Como foi a transferência de poder

Nos três últimos anos, o emir começou o processo de transição, confiando responsabilidades na área militar a seu filho. Hamad utilizou as imensas reservas de gás do Qatar para impulsionar a modernização do país, além de uma potência econômica com bilhões de investimentos em todo o mundo. Apesar da transferência, o emir ainda mantém seu papel de influência no governo. O estado do Qatar é geograficamente pequeno, com dois milhões de pessoas, mas é o maior exportador de gás natural liquefeito, uma potência global de investimentos, uma força crescente na mídia internacional. O pequeno estado do Golfo Pérsico possui a terceira maior reserva de gás natural e produz 77 milhões de toneladas de gás por ano.

qatar_foundation

 

Qatar foundation

A marca Qatar foundation está estampada na camisa de um dos maiores clubes do mundo, o Barcelona.

barca_qatar_foundation

A organização, sem fins lucrativos, foi fundada pelo monarca do país na época, Emir Sheikh Hamad Bin Khalifa Al Thani, em 1995 e  é presidida por  Mozah bint Nasser Al Missned, sua segunda esposa. A missão da fundação é melhorar o sistema educacional e expandir a pesquisa no Qatar. O campus da instituição ocupa 15 milhões de metros quadrados e abriga um colégio que vai do primário ao segundo grau, uma escola bilíngue, outra interna em parceria com as forças armadas, um centro de apoio a estudantes com dificuldades de aprendizado, um curso de preparação para a universidade e uma faculdade de estudos islâmicos. No outono de 2003, a Qatar foundation inaugurou a cidade da educação, um campus protótipo do futuro, trazendo ramos de renomadas universidades internacionais para o Qatar para fornecer programas de graduação de alto nível, compartilhar pesquisas e estabelecer empreendimentos na comunidade .

 

sheik_sheika

Sheikh Hamad Bin Khalifa Al Thani e Sheikha Mozah bint Nasser Al Missned (foto: Qatar foundation)

 

 

Um pouco mais sobre a Sheikha Mozah

 

sheika_1

 

Segunda das 3 esposas do xeque Hamad bin Khalifa Al Thani e mãe do atual emir do Qatar, Sheikha Mozza é uma mulher elegante e visionária. Extremamente preocupada com os rumos da educação mundial, direitos das crianças e das mulheres. Ela trabalha ativamente na luta contra a violencia doméstica, trabalho infantil  e pelos deficientes. Mãe de 7 filhos ela está conduzindo programas  em torno do país para melhorar a educação e aumentar as oportunidades de emprego para os jovens. Participa diretamente no desenvolvimento do Sidra Medical and research centre, um hospital referência para tratamento de mulheres e crianças. A Sheikha é envolvida internacionamente em projetos para a paz e o desenvolvimento humano. A ideia é transformar o Qatar num centro mundial de referência em educação.

 

sheika_2